Ligações emocionais: melhorar o resultado final - Teleperformance
Ligações emocionais

Os tempos de mudança abriram caminho para um mundo que conta cada vez mais com a tecnologia e a inovação digital. À medida que o nosso mundo se volta lentamente para uma via mais automatizada – vivemos atualmente na companhia de robôs, de inteligência artificial e de RPA – encontrar a ligação humana começa a parecer um desafio. O segredo? Melhorar o resultado final através das ligações emocionais.

Para as empresas, ser capaz de estabelecer ligações significativas com clientes e consumidores deve ser uma prioridade, se não mesmoa o seu principal foco. A dependência excessiva da tecnologia que surge à custa da perda do toque humano é a forma mais rápida de perder a fidelização e a confiança dos seus clientes. Demasiada automatização da experiência do cliente pode resultar imediatamente em menos oportunidades para as empresas criarem uma ligação mais forte com os clientes.

Como líderes globais, a Teleperformance mantém firmemente o valor da criação de interações significativas enquanto aproveita as vantagens da inovação digital, o que é conseguido graças à nossa abordagem de alta tecnologia e alto envolvimento – High-touch | High-tech – que combina tecnologia e empatia humana. A nossa paixão por criar ligações emocionais é o denominador comum nas parcerias com os nossos clientes, com os clientes deles e com anossa equipa multicultural. Esta paixão é complementada pelas muitas maravilhas da tecnologia, permitindo-nos oferecer um serviço excecional e termos a capacidade de elevar a experiência do cliente.

A importância da interação humana e das ligações emocionais é explorada em profundidade num relatório técnico elaborado pela Harvard Business Review Analytic Services em associação com a Teleperformance. Nele, poderá perceber melhor como as empresas oferecem experiências excecionais aos clientes como resultado de interações humanas positivas, porque é que as ligações emocionais têm um papel importante na melhoria dos seus resultados, e como harmonizar máquinas e pessoas.


O que pensa acerca deste artigo?
Deixe-nos o seu comentário.

avatar

*